Qualidade do inóculo e conservação (Lentinula edodes)

Quando se faz inoculação deve-se optar por utilizar inóculo fresco e de qualidade. Há alguns sinais indicativos da qualidade do inóculo:

  1. O micélio deve ter um crescimento o mais homogéneo possível,
  2. Apresentar uma tonalidade esbranquiçada. Não devem surgir manchas de outras cores, pois é indicativo que ocorreu contaminação.
  3. Os sacos devem ter filtros para facilitar as trocas gasosas, e devem estar intactos,bem selados e sem qualquer abertura.

Em termos de consistência, à medida que o tempo passa, o inóculo vai ficando mais agregado, o que é normal. Isto deve-se ao crescimento do micélio que vai agregando as partículas/ unidades do inóculo. Para uma boa inoculação, este inóculo deve ser separado.

A conservação do inóculo deve ser feita em frigoríficos com temperatura entre 4ºc e 6ºc. Ao fim de várias semanas é possível ver a ocorrência de mudança de cor do micélio, passando a cor castanha. É um processo normal do micélio e não compromete a inoculação.

A conservação em frigorífico pode durar meses, no entanto, se começarem a surgir cogumelos dentro dos sacos, estes devem ser descartados/ recusados.